O Voluntariado como um remédio para a depressão

 

Maria Cristina Frezzarin, aposentada, coordenadora do Departamento de Auto Sustentação de Americana, encontrou no trabalho voluntário um remédio para a tristeza e baixa-estima, e uma provável depressão. Para Cristina, “no momento em que você percebe que está construindo uma vida melhor para aqueles que necessitam, não há como parar de servir voluntariamente”.

2016-05-19-PHOTO-00000043
Cristina, a terceira da esquerda pra direita, no evento Solidariarte – Foto: Maria Cristina Frezzarin

 

Cristina iniciou o trabalho voluntário há sete anos, pela indicação de uma amiga que passou pelos mesmos sintomas de tristeza e depressão. A voluntária procurou uma entidade que já frequentava, para tentar encontrar algum projeto assistencial que ela se encaixasse. Como tem bastante afinidade com a área artística, já que foi por muitos anos professora de artes, começou participando de um grupo que fazia peças artesanais para venda, como uma forma de levantar fundos para trabalhos sociais com famílias que vivem em estado de pobreza extrema.

2016-05-19-PHOTO-00000042
Exposição de artesanato no evento Solidariarte – Foto: Maria Cristina Frezzarin

Ao longo dos 30 anos em que Cristina foi professora de artes, ela também foi coordenadora pedagógica, vice-diretora e diretora de escolas estaduais e por isso, após três meses de início no trabalho voluntário, acabou se destacando e foi chamada para coordenar o departamento COASSEJE – Casa de Orientação e Assistência Social Seareiros de Jesus, do Centro Espirita de mesmo nome, localizado também em Americana.

Nos últimos dois anos, o Centro Espírita Seareiros de Jesus precisou adotar outras duas entidades que estavam fechando suas portas por falta de verbas, as Socorristas Cristãs, que auxiliam famílias carentes, e o Lar Batista, que acolhe crianças e adolescentes em risco familiar. Com isso, surgiu o Departamento de Auto Sustentação, com coordenação de Cristina e outras duas voluntárias, que levanta fundos para sustentar ações realizadas pelas entidades Socorristas Cristãs e Lar Batista.

2016-05-19-PHOTO-00000041
Exposição de artesanato no evento Solidariarte – Foto: Maria Cristina Frezzarin

Exposição de artesanato no evento Solidariarte – Foto: Maria Cristina Frezzarin

No Departamento, voluntários trabalham na criação e fabricação de peças artesanais, vendáveis ou não, e que dá condições de suprir às necessidades físicas dessas duas entidades que foram vinculadas ao Seareiros de Jesus. Para Cristina, o trabalho voluntário é tão prazeroso e lhe faz tão bem, que acaba suprindo a necessidade dos hormônios de adrenalina. “É como se a cada dia, um novo desafio viesse te acordar”, conta.

2016-05-19-PHOTO-00000047
Vendas de doces no evento Solidariarte – Foto: Maria Cristina Frezzarin

O Evento Solidariarte foi um bazar solidário que contou com a venda de peças produzidas pelas voluntárias. A renda foi revertida para as três entidades, o COASSEJE, as Socorristas Cristãs e o Lar Batista.

Como ajudar o Departamento de Auto-Sustentação?

Existem duas formas de ajudar: doando uma hora do seu dia para auxiliar as equipes de costura, artesanato, bazar, brechó e preparo de alimentos, ou doando roupas, calçados, móveis, utensílios domésticos, cestas básicas ou dinheiro.

Quem quiser ajudar deve se dirigir ao seguinte endereço:

Centro Espírita Seareiros de Jesus

Rua Silvio Bonassi, 150 – Nova Americana – Americana/SP (Próximo ao viaduto Abdo Najar e em frente à linha férrea)

CEP: 13466-080

Telefone: (19) 3407-4552

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s